Imprimir

Projetos

DST/AIDS (2000)

Na rádio comunitária que o ICP mantinha dentro de seu espaço ele executou este projeto, que consistia num programa radiofônico com fins de informar, conscientizar e educar a população da área do Grande Méier e Jacarezinho sobre DSTs, seus meios de contaminação, forma de prevenção, etc. Para isso o programa contava com profissionais da área da saúde para realizar debates e transmitir seus conhecimentos. O ICP ainda foi responsável por propagar esta cartilha de informações para outras rádios comunitárias da região.




Rádio Comunitária (2000 – 2007)

Durante anos o ICP manteve no ar uma rádio FM comunitária com o nome de Rádio Independência 100.1 MHz. Esta rádio comunitária era usada pelos alunos para fazerem programas informativos à comunidade onde ao familiarizarem-se com esta tecnologia e novas informações também desenvolviam habilidades tais como: aumento da fluência verbal, vocabulário, escrita, raciocínio lógico, etc.




Preven-Aids (2000)

Na rádio comunitária que o ICP mantinha dentro de seu espaço ele executou em parceria com a Unesco através do Ministério da Saúde (Coordenação Nacional de DST e Aids) este projeto. Ele consistia num programa radiofônico com fins de informar, conscientizar e educar a população da área do Grande Méier e Jacarezinho sobre DSTs, seus meios de contaminação, forma de prevenção, etc. Para isso o programa contava com profissionais da área da saúde para realizar debates e transmitir seus conhecimentos. O ICP ainda foi responsável por propagar esta "cartilha de informações" para outras rádios comunitárias da região.




Agentes da Liberdade (2003 - 2006)

Projeto em parceria com a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, que teve como objetivo desenvolver e implementar um programa de re-inserção cidadã gerido por egressos do sistema penitenciário (Agentes da Liberdade), que garantiu apoio e condições para o desenvolvimento de atividades produtivas, desenvolvimento humano, participação comunitária, aumento de empregabilidade e retorno à família. Os Agentes da Liberdade eram ex-presidiários capacitados para acompanhar novos ex-presidiários na conquista da liberdade.





Creche (2004 – 2010)

Em sua unidade no bairro do Lins de Vasconcelos, o ICP em parceria com a Secretaria Municipal de Educação atendeu durante 10 anos em regime de creche crianças de 2 a 3 anos e 11 meses fornecendo atividade lúdicas e pedagógicas, assim garantindo o acesso à educação destes usuários conforme previsto na Lei de Diretrizes e Bases (LDB), além de possibilitar que seus responsáveis pudessem cumprir sem preocupações sua jornada de trabalho.




Observatório dos Direitos Humanos (2004)

Desenvolvido junto aos jovens de várias comunidades carentes do Rio de Janeiro com o objetivo de transformar em multiplicadores as lideranças jovens identificadas as preparando com sólidas noções de cidadania e participação coletiva, através de conscientização de seus direitos e deveres enquanto cidadãos.




Trupe da Criança (2004 - 2007)

Em parceria com a Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro com verba do BID (Banco Iteramericano de Desenvolvimento) esta ação foi desenvolvida com o objetivo de fortalecer os vínculos familiares e comunitários, bem como a (re) inserção escolar de crianças e adolescentes em situação de rua que estavam realizando atividades laborativas na Barra da Tijuca e na Zona Sul da cidade. No horário complementar ao escolar e finais de semana foram realizadas com os usuários oficinas artísticas, esportivas, culturais, bem como atividades pedagógicas, de lazer e reforço escolar.




República de idosos (2005 - 2007)

Em parceria com a Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro o ICP coordenou uma república de idosos em Inhaúma com objetivo de evitar o abrigamento de 20 idosos, possibilitando a promoção da autonomia, o convívio familiar e comunitário, a informação para a utilização da rede de serviços local e o retorno à atividade laborativa para o aumento de renda para que estes idosos pudessem retornar a gerir a própria vida através de moradias independentes, ou organizadas com o próprio grupo.




Dando Asas ao Futuro (2006)

A Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro em parceria com a INFRAERO e cogestão com o ICP desenvolveram o referido projeto, que priorizou o atendimento a 100 crianças e adolescentes, bem como seus familiares, que se encontravam nas áreas internas e circunvizinhas do aeroporto Santos Dumont. Foram desenvolvidas ações culturais, educativas e de lazer e atendimento social que pretendiam a reinserção comunitária e familiar, a qualificação e a capacitação para o mercado de trabalho.




Fábrica de Escolas

Através da linguagem cinematográfica o ICP promoveu a inclusão social de 30 jovens. Com o fazer desta mídia, o cinema, os jovens ampliaram sua comunicabilidade, aproximaram-se de novas tecnologias, pensaram criticamente sobre a própria realidade e capacitaram-se tecnicamente. O resultado foi um média-metragem feito pelos alunos e professores, exibido em 2 sessões pelo Unibanco Artplex com o nome de Missão Possível.




Programa Trabalho Protegido na Adolescência (2010)

Em parceria com a Fundação da Infância e Adolescência (FIA) foram desenvolvidas ações sócio educativas, promovendo durante 12 meses à 150 adolescentes na faixa etária de 14 a 18 anos incompletos em situação de vulnerabilidade e risco social o acesso a educação profissional além do acompanhamento aos seus respectivos familiares. Garantindo assim a melhoria da escolaridade, qualidade de vida e o pleno exercício da cidadania desses jovens. Ao final da ação foi encaminhado em torno de 50% do referido público ao mercado de trabalho.




Planteq

Em parceria com a Secretaria Estadual de Trabalho com o objetivo de qualificação social e profissional para jovens e adultos jovens. O projeto constava basicamente de vários cursos de qualificação profissional, tais como: confeiteiro, contador de história, auxiliar administrativo, cabeleireiro, manicure, etc.